Arquivo do blog

O Movimento Mobiliza UEG consiste num movimento unificado de professores, estudantes e funcionários técnico-administrativos da Universidade Estadual de Goiás, espontâneo, independente, não institucionalizado, não hierarquizado e que adota como estratégia de atuação a ação direta. Seu objetivo é intervir no processo de construção da UEG com a finalidade de torná-la, de fato, uma universidade pública, gratuita, autônoma e democrática, capaz de cumprir o seu papel enquanto instituição de educação superior, produtora e socializadora de conhecimentos que contribuam para o bem-estar da sociedade goiana, em particular, da sociedade brasileira, em geral, e, quiçá, de toda a humanidade, primando pela qualidade reconhecida social e academicamente.

Pesquisar este blog

Total de visualizações de página

Email MOBILIZA UEG

Translate

domingo, 5 de outubro de 2014

Diretores recebem aumento de gratificação antes das eleições

Os "Pinóquios" de Goiás

Enquanto os professores da UEG amargam uma falsa promessa de aumento salarial em forma fragmentada e com valor abaixo da inflação, prometida ainda para o final do ano (VER TABELA 03 ABAIXO), os diretores das unidades universitárias receberam no mês de julho aumento nas gratificações com valor superior a 50% (VER TABELA 01 e 02 ABAIXO). Vale lembrar que tal aumento vergonhoso, face ao arrocho salarial experimentado pela categoria docente, vem logo às vésperas das eleições para governador, coincidindo com o início da campanha de reeleição do Marconi Periggo. E não é mera coincidência também que nos últimos meses vem aumentado as denúncias de assédio moral e censura, praticadas por  diretores de unidades da UEG, na tentativa de calar as vozes discordantes e tentar desmobilizar as ações da comunidade uegeana, garantindo assim o papel de verdadeiros "capitães do mato" que cumprem os diretores, e fazendo da UEG mais uma vez o triste papel de palanque eleitoral. 
Vale lembrar ainda que após o aumento, todos os diretores votaram a favor da reforma curricular CSU-52/2014, aprovada no Conselho Universitário no mês de agosto, e alguns diretores (como o caso vergonhoso do diretor da UnU ESEFFEGO) desrespeitaram até mesmo as decisões dos seus colegiados, que deliberam em reunião de congregação, posição contrária à atual reforma curricular.
Enquanto isso, no último CsU realizado no dia 03/10, a reitoria ratificou que não irá convocar os demais professores aprovados no concurso do RTIDP, ou seja, dos 105 aprovados, apenas 60 serão convocados ainda este ano.

Tabela 01 - Gratificações ANTES do aumento nas gratificações dos diretores da UEG (Fonte: Diário Oficial)

Tabela 02 - Gartificações dos diretores da UEG APÓS aumento em 1º de julho 2014. (fonte: Diário Oficial )








Tabela 03 - Aumento prometido aos professores em forma fragmentada e abaixo da inflação.




Nenhum comentário:

Postar um comentário